Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Labirinto

Labirinto

inquietudes

Acabo os meus dias

querendo ser outra pessoa

ignorando que nessas medidas

desperdiço um qualquer eu, à toa.

 

No horizonte ecoa um grito

dando o mote para a retoma.

As cãibras bem me alertam

mas um desprezo se assoma.

 

Fico aquém das vontades

e resguardo-me no meu canto.

Aí sonho bem alto

mas já não me espanto.

 

No além deposito a réstia de esperança.

Deambulo por caminhos já percorridos

exibindo a minha pouca confiança,

cansado das caras com os mesmo sorrisos.

 

As repetições acumulam-se

e nelas vou-me perdendo.

Desilusões multiplicam-se

dando azo ao meu abatimento.

 

Nada fácil sentir-me pequeno

e querer tudo conquistar.

Lá longe no tempo ameno

o sufoco acaba e consigo respirar.

 

Esse longe é a minha utopia,

um sítio com um qualquer encanto,

que me solta da monotonia

e me faz voar alto. E canto!

publicado às 15:07

Calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados